Como evitar dívidas com o Cartão de Crédito e utilizá-lo de forma saudável.

A maioria das pessoas sonham em ter um cartão de crédito com um limite altíssimo e que consigam pagar com tranquilidade e dentro do prazo, para evitar juros. Mas, o cartão de crédito é um bom aliado para as suas finanças, mas, pode acabar se tornando um vilão, dependendo da sua relação com ele.

ANÚNCIO

O cartão de crédito é um meio de pagamento que visa facilitar as compras do consumidor, evitando o uso do dinheiro em espécie, concentrando os gastos realizados durante o mês em uma só conta, prometendo um melhor controle dos gastos, detalhados na fatura. Para evitar dívidas em seu cartão, siga alguns passos essenciais, para que você possa se livrar dessa cilada.

Cartão
Foto: (reprodução/internet)

Dicas

Nunca pague parcialmente a fatura

A fatura deve ser sempre paga inteiramente, pois os juros cobrados pelos bancos e operadoras de cartões de crédito são a modalidade mais cara do mercado. O pagamento deve ser feito sempre em dia. Se chegou uma fatura que você não dá conta de arcar, é sinal de que o cartão precisa ser colocado de lado e o orçamento revisto.

Não pague contas fixas mensais com o cartão de Crédito

Pagar contas pelo cartão de crédito pode ser uma armadilha para o consumidor, entre elas estão as contas de luz, telefone, água. Tudo isso é para que você não corra riscos, pois existem juros maiores quando elas estão em atraso e também porque os bancos cobram tarifas para cada operação realizada. 

Alguns bancos cobram valores mais baixos e tranquilos de pagar, como por exemplo, o Banco do Brasil com R$ 3,00 , mas, o Santander por exemplo, cobra o valor de R$: 16,00, 5 vezes mais que o banco do Brasil. Acrescido imposto sobre Operações Financeiras, o famosos IOF. 

Portanto, fazendo essa análise, as contas quando são pagas pelo cartão de crédito, ficam demasiadamente mais caras.  Mesmo que os valores não sejam tão expressivos, faça a somatória no final do mês de todas as contas juntas. Você vai perceber que, unidas, a longo prazo, você gastou muito dinheiro de forma desnecessária.

Controle seus gastos e acompanhe com anotações

Tenha o controle de todos os seus gastos e se for necessário, anote-os para que depois possa lembrar com clareza e evite sustos no final do mês.  Uma forma simples é guardar sua via das transações, ou mesmo acessar a prévia da fatura no site do banco ou administradora, isso proporciona uma visão mais clara do momento ideal para diminuir os gastos ou, em casos extremos, parar de usar o cartão de crédito.

Mas, para evitar o acúmulo desses papéis e essa burocracia, você pode também, fazer suas próprias anotações em caderninhos ou lembretes pelo celular ou computador (acredite, isso vai mudar sua vida).

Aproveite as vantagens de ter um cartão, mas.. com disciplina!

Exatamente, aproveite com disciplina e sensatez, pois diferente do cartão de débito, o crédito nem sempre acaba quando chegamos ao limite de gastos, e isso pode ser uma armadilha. pois é! Alguns cartões liberam um valor superior ao nosso limite, ou seja, mesmo sem limite, você continua comprando.

No entanto, nem todos conseguem arcar com esse gasto extra no final do mês. O parcelamento de gastos muito altos pode ser uma vantagem, mas a despesa precisa estar dentro do orçamento dos meses em que os pagamentos serão feitos. 

Nunca comprometa toda a sua renda, mesmo que se consiga manter as contas em dia. Pois, alguns gastos inesperados fazem com que as pessoas não estejam preparadas para efetuar o pagamento.  

Não compre por impulso

Antes de comprar, faça a seguinte análise: você realmente precisa desse artigo ou item que está prestes a comprar? Ou é algo que vai acabar se transformando em mais um produto que vai ficar encostado no seu armário ou na prateleira? Antes de comprar, avalie se aquele é o momento ideal para gastar. Pode valer mais a pena deixar para depois.

Pague à vista!

O pagamento à vista quase sempre é a melhor opção para quem não quer se endividar ou perder o controle dos gastos no cartão de crédito. Além de permitir a quitação imediata de determinada compra, o pagamento à vista permite ao consumidor negociar descontos na hora de adquirir um produto ou serviço que costumam ser sempre mais atrativos para quem está disposto a pagar à vista.