Dicas para ter uma melhor organização financeira

Confira ideias para ter uma maior organização financeira, colocar as contas em ordem e fazer sobrar dinheiro!

ANÚNCIO

Cortar gastos e poupar dinheiro pode ser muito mais difícil sem ter um planejamento. Organizar-se financeiramente é como implantar um novo hábito à rotina e muitas pessoas sentem dificuldade em organizar suas finanças.

Por isso, separamos algumas dicas de organização financeira para você a ter mais dinheiro a partir de agora. Confira!

organização financeira
Foto: (reprodução/internet)

 

Gaste menos do que ganha

O primeiro passo para se organizar financeiramente é gastar menos do que se recebe. Para manter o controle, o ideal é fazer uma planilha de controle de gastos, colocando todas as despesas do mês, desde cartão de crédito, débito e até dinheiro.

Com estas ferramentas, você estará pronto para fazer um orçamento anual com todas as suas despesas, como IPVA, IPTU, escolas e outros gastos fixos. O aplicativo Guia Bolso é uma excelente plataforma para se organizar financeiramente e ter um controle de gastos.

Basta inserir seus dados bancários e o próprio aplicativo irá categorizar seus gastos e ganhos.

Quite suas dívidas

Antes de guardar dinheiro, é importante quitar as dívidas. Apostar em uma educação financeira é crucial para que as dívidas sejam quitadas.

E, para eliminar as dívidas, é necessário: listar as dívidas, entrar em contato com as empresas para saber qual é o valor atual a ser pago, fazer uma contraproposta, baseada no valor que a empresa falar, calculando juros menores e prazos mais longos sempre, para que tudo caiba no seu orçamento. Se tiver dinheiro guardado, opte por pagar à vista.

Não faça novas dívidas.

Monte um fundo de emergência

Ter um fundo de emergência que você possa pagar suas despesas, caso algum imprevisto aconteça, é muito importante para manter sua organização financeira.

É interessante manter esse dinheiro em alguma aplicação, para que não fique parado e que você possa acessá-lo a qualquer hora. A conta poupança é uma excelente opção, principalmente por permitir realizar planejamentos de transferências mensais. Encare o fundo de emergência como uma conta mensal que é paga por você todo mês.

Estabeleça metas

Após montar o fundo de emergência, é hora de se preparar para assumir outras responsabilidades financeiras. Estabelecer metas, sejam de curto, médio ou longo prazo, ajuda a economizar dinheiro. Ver o investimento ser transformado em prol de um sonho ou desejo é muito satisfatório.

Conheça o destino do seu dinheiro

Autoconhecimento não se aplica somente a relacionamentos e carreira. É um processo longo e um pouco difícil. O autoconhecimento se aplica também ao universo de finanças pessoais. Afinal, cada pessoa tem um perfil único de investidor, como também sonhos e objetivos para realizar com o dinheiro que ganha.

Por isso, é importante ter uma clareza do que é primordial para você. Caso contrário, verá seu dinheiro sumir ao longo do mês em gastos desnecessários, que nem você percebe. O ideal é saber controlar as entradas e gastos principais e, também, definir metas claras e realistas.

Cuidado com as dívidas e o cartão de crédito

O cartão de crédito é uma ótima ferramenta para quem sabe usar. O ideal é utilizá-lo para controlar o fluxo de pagamentos e aproveitar os programas de milhas.

No caso de parcelar a fatura do cartão mensalmente, pode acarretar em uma dívida pequena ser transformada em uma bola de neve. O mesmo vale para alguns tipos de empréstimos.