Louis Vuitton mira compra da joalheria Tiffany

Valor da proposta ainda não foi revelado e a famosa Louis Vuitton aguarda uma resposta desde o início de outubro.

ANÚNCIO

A LVMH, empresa proprietária da Louis Vuitton, fez uma oferta de compra da joalheria Tiffany no início de outubro. O valor da proposta ainda não foi revelado, mas estima-se que ele seja alto, uma vez que a joalheria Tiffany tem um valor de mercado aproximado de 12 bilhões de dólares.

louis vuitton
Foto: (reprodução/internet)

A oferta veio após a Tiffany enfrentar alguns problemas relacionados à sua compra e venda com relação à China. Os embargos econômicos do governo dos Estados Unidos sobre o país asiático, bem como as cobranças mais altas de impostos nessa ‘guerra comercial’ entre os dois países, foi um forte golpe para joalheria.

Além disso, uma outra cobrança de impostos realizada dentro da China para produtos americanos também pressionou negativamente a empresa. Atualmente, estima-se que a joalheria Tiffany tenha perdido dois dígitos em suas vendas dentro desse mercado.

A oferta realizada pela empresa dona da Louis Vuitton ainda não teve uma resposta, mas a joalheria contratou uma equipe de consultores para avaliar a proposta. Ao mesmo tempo, a joalheria não deixa claro se está interessada na oferta e nem mesmo se dará uma resposta sobre ela.

O que é a LVMH?

A LVMH é um grupo de empresas de itens de luxo. Entre as empresas mais conhecidas a fazerem parte desse conglomerado estão a Louis Vuitton, Christian Dior, Fendi, Givenchy e Veuve Cliquot (marca de champanhe).

A empresa busca já há alguns anos uma forma de expandir o seu mercado dentro dos Estados Unidos. As tentativas de negociações começaram após a Louis Vuitton abrir uma fábrica nos Estados Unidos, mais precisamente no estado do Texas.

A abertura da fábrica contou com a presença de pessoas importantes do país, entre elas, o presidente Donald Trump. Embora o valor oficial da proposta não tenha sido divulgado, especula-se que a oferta foi de 14,5 bilhões de dólares.

Se concretizada a compra da joalheria Tiffany, essa seria a maior transação já realizada pelo grupo LVMH, conhecido por ser o “topo” das empresas de luxo do mundo.

Saiba mais sobre a joalheria Tiffany

A Joalheria Tiffany foi fundada ainda no século 19, nos Estados Unidos, mais precisamente em 1837. São mais de 180 anos de história dentro do mercado das joias de luxo.

A empresa conta com mais de 100 lojas espalhadas pelo mundo, sendo mais de 60 só nos Estados Unidos. Essas 60 lojas dentro dos Estados Unidos são o principal motivo da tentativa de compra por parte da Louis Vuitton.

Se a aquisição for bem-sucedida, a Louis Vuitton se tornará a maior empresa no ramo de joias de luxo dentro dos Estados Unidos e, também, expandirá o seu potencial pelo mundo. No Brasil, a Joalheria Tiffany possui 6 lojas, sendo 3 em São Paulo, uma no Rio de Janeiro, uma em Brasília e uma em Curitiba.

A joalheria também é responsável pela Fundação Tiffany & Co, fundação de fins filantrópicos fundada ainda no ano 2000. Estima-se que a fundação já doou mais de 70 milhões de dólares desde o início de suas atividades.

Nos últimos anos, as doações ficaram em uma média de 6 milhões de dólares por ano. Se a venda da empresa for realizada, a fundação também fará parte do “pacote”.