Consórcio Imobiliário Caixa: Como Conseguir

O consórcio imobiliário é a melhor saída para quem quer ter a casa própria sem pagar juros latos, e o da Caixa é um dos mais buscados. Mas para optar pelo consórcio de imóveis é preciso compreender como funciona e o que esperar do negócio. Ou seja, caso você não tenha como comprar um imóvel à vista, e também seja inviável pagar uma entrada para fazer um financiamento, esse artigo pode te interessar.

ANÚNCIO

Segundo a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios, consórcio é a “modalidade de compra baseada na união e pessoas em grupos. Assim, com a finalidade de formar poupança para a aquisição de bens”. Esse negócio é, obrigatoriamente, fiscalizado pelo Banco Central do Brasil. Ele é basicamente a solução para quem não consegue poupar sozinho e adquirir a propriedade desejada. Ideal para grande parte dos brasileiros.

Consórcio Imobiliário Caixa
Adquirir a casa própria, por meio do consórcio imobiliário Caixa, é uma excelente opção.

Consórcio Imobiliário Caixa: Passo a passo

Nesse ano foi constatado que 37% das vendas foram para mulheres e que 14% se encontravam na faixa etária de até 20 anos de idade. De acordo com levantamento da BR Consórcios — empresa presente em todo o Brasil. Contudo, em 2018, o setor de consórcios, no geral, bateu o recorde, desde 2013, com um aumento de 8,3%. Dessa forma, veja como fazer o consórcio imobiliário pela Caixa Econômica em apenas quatro etapas:

  1. Acesse o site da Caixa Seguradora relativo aos Consórcios;
  2. Conheça o programa ao longo da página. Caso não precise, prossiga e clique em “Imobiliário” para abrir um chat ao vivo e iniciar o serviço;
  3. Verifique os valores das parcelas mais abaixo no site, onde você digita o valor total do imóvel e, em seguida, clica em “ver minha parcela”. Atenção para não confundir e clicar em consórcio de veículos;
  4. Aparecerá pelo menos duas opções de crédito baseado em um intervalo gerado pelo valor digitado. Você pode concordar e partir direto para a compra, fazer a simulação novamente ou ainda negociar esse valor iniciando uma conversa pelo chat.

Cuidados após a contratação

Depois que você iniciou o processo, quer seja na Caixa ou não, e é oficialmente um consorciado, é preciso ficar atento em alguns pontos que muitas pessoas negligenciam. Dessa forma, acabam desistindo do consórcio imobiliário. Importante destacar que, por ser um negócio coletivo, algumas vezes existe uma dependência da conduta de outras pessoas (além da sua). Decerto, já que a administradora depende das parcelas pagas pelos participantes.

Fazer o pagamento das parcelas em dia

Caso haja um atraso, a administradora pode recorrer a ações que resguardam o poder de compra do grupo como um todo. Eventualmente, isso pode comprometer o participante, proibindo-o de participar na assembleia. Além disso, fazê-lo pagar taxas e juros. Esse descumprimento pode levar ao desligamento do cliente ao consórcio também.

Acompanhar as assembleias

Nas reuniões mensais ocorrem a chamada dos contemplados. Além da discussão quanto à prestação de contas da administradora. Por exemplo, nunca deixe de conferir no calendário as datas em que elas ocorrem e procure sempre acompanhar, dentro do possível. Muitas delas são online para facilitar ainda mais o acesso das pessoas.

Atentar-se aos reajustes do Consórcio Imobiliário Caixa

O valor das cotas não é fixo para que a carta de crédito não perca o poder de compra. O órgão que modifica essas taxas é o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC). De maneira rápida, você consegue todos as informações necessárias direto no site da Caixa Econômica Federal.

Caso você esteja interessado em mais opções de consórcio imobiliário, acesse o site Comparabem, que verifica diferentes opções de consórcios. Ele ainda consegue te fornecer, de acordo com o perfil desejado, qual o melhor custo benefício para o usuário. Vale muito a pena conferir!