Letra de Câmbio: Como Investir de Forma Segura

Letra de Câmbio (LC) é um tipo de investimento em renda fixa, com rentabilidade superior ao Tesouro Direto e títulos bancários como CDBs, LCIs e LCAs, por exemplo. Na LC, você empresta dinheiro para financeiras — se fosse para bancos seria CDB — e recebe o valor emprestado, acrescido de uma remuneração, em um dia pré-definido.

ANÚNCIO

Sobretudo é frequente que, para a maioria dos brasileiros, investir em qualquer outro título, diferente da caderneta de poupança, pareça arriscado. Esse pensamento é normal. Mas, a rigor, a LC funciona exatamente como qualquer outra aplicação de renda fixa. Portanto a sua maior vantagem é a possibilidade do investidor contatar uma corretora e trabalhar no prazo desejado, mas sem comprometer o rendimento.

Letra de Câmbio
Acompanhe os juros e defina qual Letra de Câmbio funciona melhor.

bolsa de valores também é uma ótima opção para quem pretende ter ganhos maiores com investimentos. Porém, também deve-se considerar que, apesar de poder ter ganhos maiores, esse investimento também pode ser arriscado. No Brasil, investir na bolsa, geralmente, não é algo comum. Falta informação aos brasileiros, de que ela é mais acessível do que parece.

Opções de investimento em Letra de Câmbio

Você sabia que, embora instituições financeiras sejam normalmente menores que bancos, o risco da LC é menor? Sim, porque existe um fundo de garantia (FGC). O FGC age como um seguro para quem quer investir até R$250 mil. Além disso, a LC proporciona relacionamento jurídico já que é um documento totalmente legal. Esse título de crédito, portanto, tem vários prós, por isso, é procurado por muitos brasileiros.

Ao adquirir a LC, você se depara com três diferentes modalidades. Essa divisão pode ser muito vantajosa, uma vez que assim a Letra de Câmbio tem mais poder de alinhamento com objetivos do investidor. Lembrando que, invariavelmente do tipo de LC, esses tipos sofrem tributação regressiva — assim como o Tesouro Direto e o CDB. Vale a pena conhecê-los mais a fundo:

Tipos de Letra de Câmbio

LC Prefixada

Títulos nesse padrão permitem que você tenha certeza do quão rentável será o seu investimento. Será uma taxa fixa durante todo o ano, por exemplo. Para saber se compensa, ou não, é só comparar com as taxas pós-fixadas.

As situações em que a Letra de Câmbio prefixada é mais escolhida são em períodos de queda de juros da economia. Porque isso tende a fazer com que os outros ativos rendem menos. Ou seja, é preciso ficar sempre atento as mudanças da economia nacional.

LC Pós-Fixada

Já na Letra de Câmbio pós-fixada, você só saberá o retorno no dia do pagamento. Utilizar simuladores de investimentos é uma reação salutar para quem não se satisfaz com essa imprevisibilidade. No geral, o que você pode fazer é acompanhar o indicador da sua LC. Utilize esse ativo para investimentos com prazos indeterminados, como uma viagem a intercâmbio.

LC Híbrida

Por último, para o investidor que não se sentiu contemplado com as duas opções citadas, não se preocupe, existe o mix das duas. Portanto, a Letra de Câmbio Híbrida, basicamente, fornece a remuneração fixa junto com a variação do IPCA. Ou seja, seguindo essa lógica, opte pela LC Híbrida quando preferir manter um poder de compra futuramente e, ainda assim, ganhar vantagens sobre a inflação.

Por que as LC se parecem com os cheques?

Primeiramente, porque a LC é um documento legitimamente vinculativo. O qual ordena uma parte a pagar uma quantia monetária para outra parte. Ou seja, a Letra de Câmbio é assinada pelo devedor — a parte que paga a quantia — e dada à parte que recebe o dinheiro. Esse é chamado de vendedor, beneficiário ou sacador.

Agora a diferença entre os documentos é que a Letra de Câmbio não precisa ser paga por intermédio de um banco. Além disso, a LC não pode ser anulada como os cheques podem sendo então mais seguras.

Então, quer aprender mais sobre as Letras de Câmbio, na prática, sob o ponto de vista jurídico? Acesse esse texto do JusBrasil sobre noções do título, no que tange à legislação brasileira.